Perfil cognitivo em meninos com distrofia muscular de Duchenne sem deficiência intelectual: o papel das funções executivas

Resumo do artigo científico em tradução livre

O objetivo do nosso estudo prospectivo observacional foi avaliar os perfis da função cognitiva e um possível comprometimento das funções executivas [coordenam a execução de um objetivo e são ligadas às habilidades de processamento de informações inter-relacionadas] em uma coorte [pesquisa com um grupo de pessoas que compartilham uma característica comum] de meninos com distrofia muscular de Duchenne sem deficiência intelectual e comportamental.

Quarenta garotos com Duchenne (faixa de idade: 6 anos a 11 anos e 6 meses) foram avaliados pela escala de inteligência Wechsler e por uma bateria de testes, incluindo tarefas que avaliam a memória de trabalho e as funções executivas (inibição e mudança, resolução de problemas e planejamento).

Em nossa coorte, alguns aspectos da função cognitiva se mostraram frequentemente comprometidos. Isso incluiu multitarefa, resolução de problemas, inibição e memória de trabalho necessárias para planejar e direcionar um comportamento orientado a objetivos.

Nossos resultados sustentam a sugestão de que aspectos da função cognitiva podem estar comprometidos mesmo em meninos sem deficiência intelectual, e apoiam a hipótese de que as funções executivas possam desempenhar um papel importante em aspectos específicos do comprometimento cognitivo na distrofia muscular de Duchenne.

Cognitive profile in Duchenne muscular dystrophy boys without intellectual disability: The role of executive functions.

Battini R, Chieffo D, Bulgheroni S, Piccini G, Pecini C, Lucibello S, Lenzi S, Moriconi F, Pane M, Astrea G, Baranello G, Alfieri P, Vicari S, Riva D, Cioni G, Mercuri E.

Neuromuscul Disord. 2017 Dec 6. pii: S0960-8966(17)31361-5. doi: 10.1016/j.nmd.2017.11.018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *