Geneticista Mayana Zatz ganha Prêmio México de ciência

www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u666808.shtml
15/12/2009 – 15h11
da France Presse, no México

A geneticista brasileira Mayana Zatz recebeu na noite desta segunda-feira (15) o Prêmio México de ciência por suas pesquisas sobre distrofia muscular e outras doenças neurodegenerativas, entre 55 candidatos de 13 países da região da Iberoamérica e Caribe.

Zatz, nascida em 1947 em Tel Aviv, passou a infância na França e trabalha no Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP).

O trabalho dela se refletiu na criação de um plano preventivo no Brasil que permite às famílias estabelecer, por meio de estudos genéticos, a possibilidade de que alguns membros possam desenvolver enfermidades congênitas.

A cientista brasileira também trabalha na pesquisa sobre as utilidades práticas do uso de células-tronco e da estrutura do genoma humano.

O prêmio foi entregue em uma cerimônia pública pelo presidente mexicano Felipe Calderón.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *