Cadeira de rodas movida pela mente da Toyota

http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/cadeira-de-rodas-movida-pela-mente-da-toyota-30062009-20.shl
Guilherme Pavarin, de INFO Online
Terça-feira, 30 de junho de 2009 – 12h14

SÃO PAULO – No Japão, a Toyota anunciou o desenvolvimento de uma cadeira de rodas controlada por ondas cerebrais, por meio de seu BSTI Collaboration Center.

Os movimentos para frente, esquerda e direita são processados a cada 125 milissegundos (um milissegundo equivale a um milésimo de segundo) utilizando um sinal de tecnologia de processamento capaz de analisar os impulsos cerebrais, de acordo com a companhia.

A tecnologia do novo modelo não é inédita, porém, de acordo com os japoneses, é a que possui processamento mais rápido e menor margem de erro.

Na descrição do funcionamento do aparelho, os diagnósticos dos comandos cerebrais aparecem na tela do computador de bordo acoplada na cadeira, em tempo real. A Toyota diz que isso seria capaz de dar um retorno ao condutor e aumentar a eficiência de seus comandos.

Sem previsão de lançamento comercial, o sistema se baseia na implantação de vários sensores sobre áreas do cérebro. Uma vez aplicados, eles controlam o movimento ao medir a atividade dos impulsos na região.

Para frear a cadeira de rodas, o usuário deve apenas inflar as bochechas, de acordo com os estudiosos.

O invento BMI (Brain Machine Interface) demorou dois anos para ser desenvolvido, segundo seus criadores. Para sair do papel, o centro de pesquisas do governo do Japão apoiou o projeto e se junto às divisões da Toyota Motor, da Toyota Central R&D Labs e do Instituto de Pesquisa de Gênese.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *